Modacad - Blog para confecções estilistas e modelistas | BlogModacad

Ver tecidos em modelos | Moldes de roupas | Pesquisa de moda - Modacad

Economia circular e a moda circular que já está acontecendo

A economia circular está entre os assuntos mais discutidos nos últimos tempos, porque ela é uma das alternativas para diminuir os impactos negativos no meio ambiente das cadeias produtivas da economia global.

Dois pontos se destacam no modelo de economia circular.

Proteger os recursos naturais evitando seu previsível esgotamento e solucionar o descarte tanto de resíduos industriais, quanto dos produtos depois de sua vida útil, que somam toneladas diárias de lixo tóxico destruindo o meio ambiente.

Resumindo, ainda que de forma muito incompleta, a economia circular propõe transformar os resíduos em matéria prima, produzida com o mínimo de consumo de novos recursos naturais.

Em outras palavras, resíduos deixam de ser lixo e passam a ser matéria prima, que por sua vez, deixa de ser extraída da natureza.

Mas como esta incrível solução pode funcionar?

No texto de hoje vamos explicar o que é a economia circular e como ela está sendo adotada na moda. E no próximo texto, vamos falar também sobre os negócios de moda brasileira que já se enquadram neste modelo atualmente.

Mas para começar, precisamos entender o modelo de economia que se tornou insustentável, provocando a criação da economia circular.
.

blogModacad-moda-circular---economia_linear_001 Processos da economia linear (Fonte: A Criação)

.
A milenar economia linear vai se tornando insustentável depois que a revolução industrial possibilita a produção em massa de uma crescente diversidade de produtos.

Desde os mais simples, como roupas, acessórios e utensílios domésticos, até os produtos mais complexos como ferramentas e máquinas de produção, veículos automotores e muito mais, a produção em escala torna-se uma realidade antes nunca vista, que muda radicalmente todas as relações de mercado.

Como a lei da oferta e da procura passa a funcionar neste novo cenário?

Com o excesso de oferta de bens, foi preciso incentivar o aumento do consumo para manter a rentabilidade da cadeia produtiva. Mas como isso foi feito?

Basicamente... Desvinculando o consumo do monopólio da necessidade.

A partir do advento da produção em massa, o consumo passa a ser vinculado também, e até principalmente, ao desejo.

E assim começa a era onde promoção do desejo de consumo é o pilar que sustenta os lucros da cadeia produtiva e em que a produção industrial em escala é absurdamente maior do que a nossa necessidade de uso.

Estes são os fatores da insustentabilidade deste modelo de mercado. Desde a Revolução Industrial até hoje as coisas pioraram bastante porque são quase três séculos esgotando os recursos naturais não renováveis do planeta e poluindo o meio ambiente com o descarte de resíduos da produção industrial, de embalagens e de produtos depois de sua curta vida útil.

Isso mesmo! A curta vida útil dos produtos também é uma das estratégias para manter o aumento do consumo acelerado, sustentando a rentabilidade dos negócios. Esta prática é nomeada "obsolecência programada". O problema é que ela mantém outro processo acelerado além do consumo, o processo do descarte de lixo.
.

blogModacad--moda-circular---electro-waste-old-and-broken-cell-phones-and-cables-laying-on-the-picture-id1143342466 O hábito de trocar aparelhos de celular ao invés de submete-los a upgrades e reparos técnicos é um exemplo de obsolescência programada de altíssimo impacto no meio ambiente em todo o mundo.

.
A insustentabilidade deste modelo de mercado levou à inadiável busca por alternativas que possam construir a evolução para um modelo de mercado sustentável.

As primeiras mudanças estão ocorrendo em sua maioria na cadeia produtiva. Mas sabemos que a implementação da economia circular envolve também grandes mudanças na forma de cada pessoa consumir.

Essas mudanças por sua vez vão impactar o conteúdo da divulgação e promoção dos produtos no mercado, para provocar mudanças importantes de comportamento e finalmente produzir uma nova mentalidade alinhada com a proteção dos recursos naturais e do meio ambiente.
.

Economia Circular

.
A economia circular apresenta uma nova forma de produzir, de consumir e de como nos relacionar com o planeta sem detrui-lo. Ela vem mostrar que o crescimento econômio pode construir novos caminhos em que a sustentabilidade ande lado a lado com a rentabilidade

Mais! A economia circular vem provar que a rentabilidade sem sustentabilidade está condenada à morte, já que recursos esgotados vão determinar o fim de cada atividade produtiva neste antigo modelo.
.

blogmodacad-moda-circular---artboard_1 Como funciona o ciclo da economia circular. (Fonte: Revista Época)

.
A criação de tecnologias para reciclar a matéria prima extraída de produtos que seriam descartados é um dos caminhos mais promissores para atingir os objetivos da economia circular.

Algumas destas tecnologias já estão em funcionamento, gerando bastante valor antes inexplorado. Outras muitas estão em desenvolvimento.
.

blogModacad-moda-circular---linha-de-producao-reciclagem-industria-plastico-brasil Linha de produção de reciclagem de plásticos, solucionando o descarte de um tipo de material produzido constantemente, em alta escala, no mundo todo.

.
Sem falar que o potencial de evolução destas tecnologias é tão grande que é quase impossível mensurar os valores e benefícios que elas podem gerar.

Um bom exemplo de tecnologia aplicada deste tipo, são os modelos de tênis Adidas feitos com matéria prima extraída de lixo plástico recolhido dos oceanos.

Resumindo, quando a população e as cadeias produtivas de todas as áreas entenderem que "jogar lixo fora" é uma ilusão, porque todo descarte continua ocupando um lugar no planeta e causando impactos no meio ambiente, toda matéria será considerada um potencial para o bem ou para o mal, dependendo exclusivamente do destino que nós, seres humanos, podemos dar a ela. Vale lembrar que o meio ambiente inclui a todos nós, e é a fonte de toda a nossa saúde e de toda a nossa doença.

O período de isolamento social imposto pela pandemia do Coronavírus provou dois destes princípios.

Primeiro o impacto do estilo de vida da humanidade no meio ambiente. A recuperação do mar em cidades litorâneas cosmopolitas diante da diminuição da atividade humana é um claro sinal disto. Águas limpas e o retorno de animas silvestres aconteceram em várias cidades como estas ao redor do mundo.

Segundo, que o desequilíbrio do meio ambiente resulta também em doenças letais para a humanidade. Não só a flora e fauna estão em grande risco.

A sustentabilidade deixou de ser uma alternativa para ser uma condição de sobrevivência.
.

Moda Circular

.
É a economia cirular na moda.

Mas também aqui, precisamos primeiro conhecer os fatores de insustentabilidade da cadeia produtiva têxtil, para entender como a moda circular vem trabalhando para inserir a sustentabilidade neste que é um dos sistemas produtivos mais antigos da história da humanidade

A indústria da moda é a segunda mais poluente do planeta, só perdendo para a indústria de derivados do petróleo. A produção de roupas, calçados e acessórios causa impactos negativos de grande importância para o meio ambiente, desde do uso de altos níveis de agrotóxicos das culturas de algodão, que poluem o solo e os trabalhadores, até os altíssimos níveis de emissão de carbono dos processos industriais e do transporte para distribuição da produção em todo o mundo.
.

74503518_BRASblogModacad-moda-circular-ILBrasiliaBSBPA26-01-2017PAA-Especial-sobre-AgrotoxicosNa-foto-Adil-640x384 A cultura de algodão no Brasil ainda usa altos níveis de agrotóxicos (Fonte: Compre Rural)

.
Para dar apenas um exemplo, os descartes de resíduos químicos dos processos de tratamento têxtil de fios e tecidos, e também do tingimento e estamparia, são responsáveis por 20% dos níveis de poluição da água no mundo.

Com todo este custo ambiental e social, são produzidas cerca de 150 bilhões de peças de roupas novas todos os anos e 30% delas serão descartadas sem nenhum uso. Esse desperdício é um completo absurdo.

Podemos supor que a cadeia produtiva é a maior responsável por tudo isso, mas os consumidores também tem sua parcela de culpa em toda esta destruição.

A cultura do consumismo faz com que as pessoas comprem sem necessidade, apenas por desejo. Porque esta é a moda do momento, porque algum influencer está usando, porque o preço está muito baixo, enfim, por motivos sem qualquer vínculo com a necessidade.
.

blogModacad-moda-circular-consumismo1 Cena do filme Delírios de Consumo de Becky Bloom (Fonte: Omelete)

.
Profissionais e empresas pioneiros no questionamento de toda esta insustentabilidade já vem trabalhando para conscientizar as pessoas e envolve-las na moda circular.

Campanhas e feiras de marcas de eco fashion, upcycling, brechós e outros tipos de negócio de moda sustentável são iniciativas que hoje já tem espaço no mercado consolidado.

Mas a moda circular precisa envolver as grandes indústrias têxteis, que produzem fibras, fios e tecidos para que esta mudança ganhe corpo e tenha um impacto realmente significativo no meio ambiente e na mentalidade dos consumidores.
.

blogModacad--moda-circular-m-quina-de-reciclagem-textil Máquina de reciclagem têxtil (Fonte: AMA PANGEIA)

.
Felizmente esse processo já começou. A tecnologia de resgate das fibras de poliéster de roupas prontas que seriam descartadas é um importante exemplo disso.

As roupas que forem produzidas com os tecidos 100% de fibras recicladas, estão em completa sintonia com o principal conceito da moda circular: o produto tem que ser criado já projetando como será o fim da sua vida útil e como esse ciclo será renovado. Nesse caso, a composição desta fibra permite sucessivos reciclos.

"Uma iniciativa muito interessante para solucionar os impactos do descarte de produtos no meio ambiente é o design inteligente. Os produtos já são criados para ter um destino útil após o fim do seu ciclo de uso."

Lívia Monteiro

blogModacad-moda-circular-FreitagEco_interna-768x461 Roupa 100% biodegradável da marca suiça Freitag. Depois da vida útil das peças, elas são usadas como adubo em jardins e canteiros.

.

Se a composição têxtil desse produto não permitir que ele seja reciclado novamente como fibra têxtil, é possível reciclar esta matéria prima para outra cadeia produtiva?

Uma outra alternativa ao descarte de produtos que não podem ser reciclados como fibra têxtil é aumentar a vida útil das roupas, como fazem os negócios de moda de compartilhamento, aluguel de roupas, comércio de roupas de segunda mão e também de refabricação, como o upcycling por exemplo, onde as roupas são recortadas e confeccionadas em novos modelos.

Soma se a isso a iniciativa de pessoas que fazem pequenos reparos ou customizam roupas que foram doadas, agregando um novo valor estético às peças para revende-las, como no caso da empresária Sophia Amoruso, criadora do brechó virtual Nasty Gal, que foi a inspiração para a protagonista da série Girl Boss.
.

blogModacad-moda-circular-girl-boss Cena de Girl Boss onde Sophia compra uma peça em um brechó(Fonte: Adoro Cinema)

.
Mas todas estas iniciativas podem ser consideradas moda circular?

"O que distingue a produção da moda circular de um produto reciclado de acordo com a mestre em Sustentabilidade na Moda pela ESMOD Berlin e consultora de Moda circular na Cirkla Modo, Alice B. Schuch, é que um "produto reciclado, tem seus pontos valiosos no longo caminho da sustentabilidade, mas não foi elaborado com a intenção de regeneração lá no seu começo.""

Lívia Monteiro

.

blogModacad--moda-circular--GRAFICO-moda-circular-220520 Ciclo da moda circular (Fonte: ETIQUETA UNICA)

.
Iniciativas em sintonia com este conceito são os bancos de tecidos e o recolhimento de roupas usadas que seriam descartadas nos próprios pontos de vendas das marcas.

O banco de tecidos comercializa retalhos e pontas de peças de tecidos de grandes confecções, que antes não tinham oportunidade comercial no mercado.

Os pontos de recolhimento trocam as peças descartadas por descontos na compra de novas peças, para recolher e enviar para as indústrias de reciclagem da matéria prima para a fabricação de novos produtos da marca. A Melissa e a C&A já padronizaram esta prática.
.

blogModacad-moda-circular---noticia_melissa-1280x640 Lojas Melissa com postos de recolhimento de sandálias que não são mais usadas. O material reciclado é matéria prima de novas peças (Fonte: Melissa)

.
E para concluir, a roupa mais sustentável é aquela que já existe. Ou seja, para que a economia circular, e consequentemente, a moda circular funcione, é preciso que as pessoas revejam também seus hábitos de consumo e descarte.

Ainda de acordo com o texto de Alice B. Schuch

"quando diminuímos o investimento na produção de novos itens, reduzimos a necessidade e a dependência de novos recursos – evitando a exposição a volatilidade dos preços, consequentemente, se reduzem as emissões de gases, e eliminamos um grande volume de descarte, além de promover novos postos de trabalho visto que são atividades intensamente manuais."

.

blogModacad-moda-circular--estojo_sagui Os óculos da Sagui feitos com embalagens de pasta dental e estojos feitos de resíduos de borracha (Fonte: BlogsNE10/Divulgação Sagui)

.

Já o consumidor faz seu o papel na moda circular de várias formas:

  • aproveitando os produtos pelo maior tempo possível,
  • criando bons hábitos de conservação, como a lavagem correta seguindo as instruções da etiqueta,
  • armazenando em lugares adequados,
  • consertando pequenas avarias decorrentes do uso,
  • remodelando,
  • enfeitando,
  • customizando,
  • e caso realmente não queira mais a peça, compartilhando em brechós, doações ou trocas.

No próximo post, preparamos uma lista de marcas que já praticam a moda circular para nossos clientes e leitores conhecerem e experimentarem consumir moda feita por quem já está produzindo de forma consciente.

Não perca! Vamos falar de como estas marcas construíram seus próprios caminhos para viabilizar a economia circular em seus negócios.

Gostou deste post sobre "Economia circular e a moda circular que já está acontecendo"?

Não deixe de conferir também nossos posts sobre moda sustentável "Desafios da sustentabilidade na moda", "O que é upcycling?" e Fashion Revolution - Por que precisamos de uma revolução na moda?

Faça parte do nosso trabalho e deixe um comentário para nos mostrar como podemos melhorar. Compartilhe nosso post e ajude a divulgar o blogModacad.

Aproveite também para acessar o Modacad App e conhecer nossos modelos com moldes para o corte e costura. Faça mais! Experimente tecidos nos modelos para fazer suas criações.
O acesso é gratuito e ilimitado!

Acompanhe também nossas redes sociais no Instagram, Linkedin, Facebook, Pinterest e canalModacadYoutube

Author image
Criadora do Modacad. Responsável pelo desenho de modelagem para vários tipos de corpo.