Modacad - Blog para confecções estilistas e modelistas | BlogModacad

Ver tecidos em modelos | Moldes de roupas | Pesquisa de moda - Modacad

Kimono Project - o quimono na cultura japonesa e as olimpíadas de 2021 no Japão

(Fonte capa: Crédito:Bobby Coutu/iStock)

.

Alinhado com a identidade da campanha "The World Can Unite As One", isto é, com a ideia de que o mundo pode se unir em um só propósito para a humanidade, o diretor de arte e artista digital Nobumichi Tejima e Yoshimasa Takakura, presidente da loja de quimonos Choya Co., criaram o "Kimono Project" para as Olimpíadas de 2020 no Japão, adiadas para 2021 em função da pandemia.

A obra do "Kimono Project" é mostrar a identidade dos países integrantes do evento estampada em um ícone milenar da cultura japonesa, o quimono de seda pura.

Além de representar a milenar tradição japonesa da produção deste tecido de fibra natural tão nobre e de suas técnicas de estamparia, o quimono é uma peça de vestuário cuja história se confunde com a própria história da cultura do Japão.
.

blogModacad-kimonoProject-linkvideo1 Vídeo do desfile dos quimonos (Fonte: Youtube)

.
Realizado com recursos de um financiamento coletivo e com mão de obra voluntária, o "Kimono Project" contou com artesãos de 18 cidades japonesas para a produção de todos os 213 quimonos artesanais, feitos em 6 anos de trabalho.

A produção de cada quimono custou cerca de 1 milhão de ienes e em agosto de 2020 os realizadores declararam que os trabalhos estão concluídos.

Cada quimono foi criado por um artista ou estúdio diferente, usando técnicas tradicionais de tecelagem e tingimento.
The Garnette Report

Os quimonos foram expostos ao público de 16 a 18 de outubro de 2020, em Kyoto no Japão, e podem ser vistos também em um vídeo divulgado para o mundo todo.

O vídeo mostra todos os 213 quimonos criados. A estampa de cada país retrata ícones da sua história, cultura e natureza. São verdadeiras obras de arte por sua beleza, excelência técnica, mas principalmente por seu conteúdo tão rico e por sua mensagem para a humanidade.
.

blogModacad-kimonoProject-linkvideo2 Vídeo da exposição dos 213 quimonos (Fonte: Youtube)

.
O objetivo do projeto é homenagear os países e a ideia é ilustrar como a união entre as nações é possível, mostrando que, ainda que os idiomas sejam diferentes, a arte visual tem o poder de atravessar essas fronteiras.

Concluindo, o "Kimono Project" é uma mensagem de paz dos japoneses para o mundo. É a expressão do desejo de que os países possam superar seus conflitos e se unir por suas semelhanças, figuradas na reprodução das identidades distintas de cada povo, porém estampadas em uma peça comum a todos eles, o quimono.

Para que a gente possa entender a genialidade desse projeto, além do que ele representa, vamos falar sobre a tradição milenar do quimono na cultura japonesa.

Mas antes vamos falar dos quimonos no Japão nos dias de hoje.
.

O quimono no Japão nos dias de hoje

.
O uso dos quimonos ainda é uma tradição em eventos sociais importantes públicos ou privados, como por exemplo o casamento e a cerimônia do chá.

Esta é uma tradição que requer conhecimento para a sua prática. Tradicionalmente, a arte de vestir um quimono era passada de mãe para filha. Mas hoje em dia, em que os hábitos ocidentais de vestir são praticados no dia a dia, as escolas precisam ensinar as técnicas de vestir estes trajes e também o significado social de cada tipo de quimono, quem deve usá-lo e quando.
.

blogModacad-kimono-olimpiadas--Flirk-3216938453_d37aeb9735_b Quimono Furisode (Fonte: Nuria Monsó Tarancón - Flikr)

.
Por exemplo, o quimono Furisode é um quimono usado por mulheres solteiras. É um quimono normalmente mais colorido, de mangas mais longas e amarradas com obi brilhante e colorido. O obi é a faixa da cintura que faz o fechamento, prendendo o quimono ao corpo. O Furisode pode ser estampado com “komon edon”, desenhos geométricos simples repetidos em padrões, quando este modelo é também chamado apenas de "komon". O Furisode e o Komon são adequados para eventos cotidianos, como sair para jantar ou visitar amigos e parentes.

O Houmongi é um quimono também informal, cujo modelo tem um volume mais discreto e pode ser vestido tanto por mulheres casadas quanto solteiras.

Ainda no grupo dos quimonos informais que também podem ser usados por mulheres casadas e solteiras, o Tsukesage caracteriza-se por ornamentos não muito exuberantes.

O Iromuji, é informal mas sua elegância se destaca pela sobriedade de ser monocromático e sem estampas. É frequentemente associado à cerimônia do chá.
.

blogModacad-kimono-e-olimpiadas--Tomesode-iStock-1163096014 Quimono Tomesode (Criador: NihonSugi |Crédito: Getty Images/iStockphoto)

.
O Tomesode é informal, com mangas mais curtas, mas é normalmente feito de seda e tradicionalmente usado apenas por mulheres casadas.
.
E finalmente o Yukata! Dos informais, este é o quimono mais visto nas ruas no Japão, até porque pode ser usado por mulheres, homens e crianças e é um modelo associado à temporada de verão, uma estação em que os eventos ao ar livre são mais frequentes.

Já o quimono Kurotomesode é mais formal, adequado para esposas e mães em ocasiões como o casamento. Sua cor é preta e tem os escudos da família bordados nas mangas, peito e costas.

O Hakama, também de seda preta com o brasão da família bordado, é um quimono masculino, muito usado pelos noivos nas cerimônias de casamento.

Como os quimonos pretos também são usados em funerais, tanto por homens quanto por mulheres, a única forma de diferenciar se um homem está indo para seu casamento ou para um funeral é o uso de um adorno para o pescoço, semelhante a uma gravata, que é branco para o casamento e preto para os funerais.

Monocromático como o Kurotomesode, porém de variadas cores e menos formal é o Irotomesode. Ele também estampa os escudos da família e pode ser usado por mulheres casadas ou pelas parentes dos noivos em casamentos.
.

blogModacad-kimono--Shiromuku-5440664203_d3eb2b66ae_b Quimono Shiromuku (Fonte: Hana Creeeeeeeee - Flikr)

.
Shiromuku, shiro significa branco e muku significa pureza. É um quimono exclusivo para noivas na cerimônia de casamento. Monocromático branco é ricamente bordado, usado com adornos na cabeça muito elaborados ou perucas com elegantes acessórios de penteado. O traje completo é composto de muitas peças sobrepostas, todas elas carregadas de símbolos e significados do ritual de casamento. É um traje muito formal, símbolo das tradições do casamento samurai desde a era Heian.

Para concluir, não podemos deixar de citar duas cerimônias exclusivas da cultura japonesa onde o traje quimono também é tradicionalmente usado. São elas o rito de passagem aos 20 anos, que é a idade da maioridade no Japão e as formaturas Shichi-go-san, que são um rito de passagem para meninas de 3 a 7 anos e meninos de 3 a 5 anos.
.

Fashion Kimono

.

blogModacad-kimono--Fashion-Kimono-iStock-517054343 Os jovens e a volta do hábito de vestir quimonos (Criador: Arief-Juwono | Crédito: Getty Images/iStockphoto)

.
O Fashion Kimono é a adaptação dos trajes tradicionais a uma concepção mais informal e moderna, com o objetivo de promover a volta do hábito de vestir quimonos entre os jovens. Este movimento tem tido sucesso ajudando a manter viva todas estas tradições.
.

O quimono na cultura japonesa

.
Para se ter uma ideia da importância da tradição do quimono na cultura japonesa, na sua origem, a palavra quimono é sinônimo da palavra roupa, que nomeia tudo o que se pode vestir.

A etimologia da palavra vem de "kiru", que significa vestir, e "mono", que significa coisa. Sendo a sua tradução literal “coisa de vestir”.

Como a história do quimono se confunde com a própria história das roupas, podemos começar este relato com a generalização de que, na Era Jomon, 10mil a.C. a 300 a.C., pesquisas indicam que as pessoas vestiam túnicas de pele ou de palha naquela região do mundo.

E que a partir da Era Yayoi, 300 a.C. a 300 d.C., com a chegada da sericultura e técnicas têxteis ao Japão através da China e da Coréia, se inicia o uso de tecidos nas roupas.
.

blogModacad-kimono-olimpiadas-iStock-1152458781Teares rudimentares chineses no Japão (Criador: izanbar | Crédito: Getty Images/iStockphoto)

.
Nos séculos seguintes, essa influência chinesa continua a crescer com a adoção do budismo e do sistema de governo da corte Sui chinesa, que leva à adoção de regras do vestuário chinês na hirarquia japonesa.

Então, entre 701, código Tiho e 757, código Yoro, ainda sob influência da corte Tang chinesa, o protocolo de vestuário se amplia dividindo as roupas cerimoniais das roupas da corte e das roupas de trabalho.

Foi nesse contexto que se passou a usar os primeiros quimonos com cortes retos, cujo trespasse na parte frontal tinha o visual em V, tão característico dos quimonos como os conhecemos hoje.

E chega a Era Heian, 794 a 1.185, com sua “opulência têxtil” e o corte das relações com a China, permitindo que uma cultura genuinamente japonesa florescesse.

Os homens da aristocracia passaram a usar o Sokutai, que entre suas muitas peças de roupa era sobreposto por uma túnica ampla, de mangas longas que podemos considerar como um dos precursores dos modelos de quimono que conhecemos.
.

blogModacad-kimonos-olimpiadas--Sokutai-Crown_Prince_Akihito_-_Michiko_Shoda_Wedding_1959-4Trajes Sokutai (Descrição
**日本語:結婚 の 儀 に 臨 む 、 皇太子 明仁 親王 と 正 田美智 子。
Encontro 10 de abril de 1959
Fonte 主婦 と 生活 社 「白樺」 よ り 、 投稿 者 が ス キ ャ ン
Autor 宮内 庁)**

.
Ainda no decorrer do período Heian, com todos os seus avanços de cultura e tecnologia, foi criada a técnica de confecção de “corte em linha reta”. Essa técnica costurava em uma só peça várias partes de tecidos cortados em faixas de larguras e comprimentos variados.

As medidas de comprimento e largura das faixas eram determinadas pelo modelo da roupa. Por exemplo, uma faixa de tecido para as mangas poderia ser mais larga ou mais estreita, de acordo com o comprimento da manga do modelo. E da mesma forma seriam as medidas das faixas da frente e costas do corpo, etc.
.

blogModacad-esquema-corte-em-linha-reta-1 Faixas de tecidos de diferentes dimensões para confeccionar diferentes modelos. (Fonte: Modacad)

.
Esta técnica une as vantagens da ergonomia das roupas cortadas e confeccionadas com a eliminação da necessidade de medidas exatas do corpo de cada usuário, caso dos trajes feitos com um tecido enrolado no corpo, como o tradicional ran por exemplo.

Em outras palavras, a técnica “corte em linha reta” produz roupas com a liberdade de movimentos das roupas cortadas e costuradas, porém com medidas amplas, que vestem pessoas de tamanhos bem diferentes.

Na sequência, já na Era Kamakura (1185-1333), a classe dos Samurais entra em ascendência provocando a criação do traje Kariginu, um tipo de capa trespassada, também com mangas amplas e compridas, mas com golas e ornamentos originais até então.
.

blogModacad--kimono-olimpiadas-Noh_robe_for_man-s_role_-kariginu-_from_Japan-_Honolulu_Museum_of_Art_2557 Traje Kariginu (Fonte: Wiki commons - Descrição
Manto Noh para o papel do homem ( kariginu ) do Japão, provavelmente do século 19, seda com tiras de papel dourado ( kinran ), ponto de cetim brocado com tramas suplementares, acesso 2557 ao Museu de Arte de Honolulu
Datado Data de filmagem: 2016
Fonte Trabalho pessoal
Autor Hiart)

.
Os Samurais continuam em ascenção na Era seguinte, Azuchi-Momoyama (1568-1600), marcada por guerras internas e seu traje evolui para o kamishimo - um kimono masculino com uma saia-calça ampla. Este traje continuou sendo usado até a segunda metade do século XIX.

Esta ascensão dos Samurais, e seus quase quatro séculos de permanência no poder, vincula para sempre a imagem dos quimonos às artes marciais. Podemos supor inclusive que a evolução das técnicas de tecelagem, modelagem e costura destas peças de roupa esteja fortemente baseada nas exigências de desempenho durante o seu uso. Afinal, a amplitude de movimentos e a eficiência da proteção da roupa de um Samurai são muito importantes para o sucesso da prática das artes marciais.

Mesmo durante os 250 anos de paz interna do xogunato Tokugawa (1600-1868) o quimono permanece em uso na forma do Haori usado no traje Kosode. Trata-se de uma peça curta, superior, cujas semelhanças com o quimono contemporâneo são o trespasse na frente e as mangas amplas.

O Haori é mais colorido, ornamentado e é usado por homens e mulheres.
Além destas características serem um reflexo de um período de paz, são também um reflexo da evolução das técnicas de tingimento, pinturas, bordados e da tecelagem com desenhos.

No aspecto cultural, estas técnicas foram usadas para imprimir e bordar símbolos que representavam a atividade profissional da pessoa ou a insígnia do chefe da família.

Até então os trajes representavam informações de status social e hierarquia de poder. Neste contexto, as estampas e ornamentos passam a desempenhar também esta função de destaque destas informações, o que nos remete à veiculação da identidade das culturas dos povos estampada nas obras do “Kimono Project”.

A partir da restauração Meiji, em 1868, por decreto do governo do Japão, o povo japonês passa a usar vestuário ocidental.

Ao final da 1º Guerra mundial, em 1918, quase todos os homens já estavam habituados a usar ternos, camisas, calças e sapatos de couro, mas o quimono continua a sua tradição no oriente até hoje e ainda exerce forte influência na cultura ocidental, na moda feminina e masculina, nos uniformes de artes marciais e na ergonomia do desenho industrial de modelagem como um todo.

Gostou deste post sobre "Kimono Project - o quimono na cultura japonesa e as olimpíadas de 2021 no Japão"?

Faça parte do nosso trabalho e compartilhe nosso post ajudando a divulgar o blogModacad.

Aproveite também para acessar o Modacad App e conhecer nossos modelos com moldes para o corte e costura. Faça mais! Experimente tecidos nos modelos para fazer suas criações.
O acesso é gratuito e ilimitado!

Acompanhe também nossas redes sociais no Instagram, Linkedin, Facebook, Pinterest e canalModacadYoutube.

Author image
Criadora do Modacad. Responsável pelo desenho de modelagem para vários tipos de corpo.